Este site usa cookies para melhorar a sua utilização.

Vencedor Prémio
Melhor Paper apresentado no VIII Congresso da APCP
14 | Novembro | 2016
IPRI-NOVA, Lisboa

 

 

António Vasconcelos Dias, doutorando do IPRI-NOVA, recebeu o Prémio de Melhor Paper apresentado no VIII Congresso da Associação Portuguesa de Ciência Política (APCP).

Intitulada “Democratization in Sub-Saharan Africa: The legacy of the colonial state in comparative perspective”, a comunicação estuda o impacto dos Estados coloniais nos processos de democratização da África Subsariana na última década do século XX, em particular como as mudanças institucionais que ocorreram no período entre 1930 e as independências podem ter afetado as transições que ocorreram no final do século. Através de uma análise histórica e comparada, o trabalho analisa como a introdução de eleições e assembleias legislativas locais nos impérios britânico e francês afetaram a sociedade civil e a formação de partidos nacionalistas em vésperas da independência, argumentando como estas colocaram os países em trajetórias políticas distintas que, décadas mais tarde, determinaram o sucesso das transições. Ao comparar dois casos de democratização bem-sucedida (Benim e Gana) e dois países com transições falhadas (Quénia e Costa do Marfim), o paper tenta desvendar os mecanismos que podem interligar o colonialismo tardio com processos de transformação política recentes.

O Prémio de Melhor Paper da APCP tem como objetivo contribuir para a autonomia e o desenvolvimento da Ciência Política em Portugal e estimular os jovens investigadores. Segundo o júri, António Vasconcelos Dias “cumpriu todos os requisitos de um trabalho científico, fez uma sólida revisão da literatura relevante e produziu um argumento consistente”.

 

Fonte: FCSH/NOVA

 

textfile5grey Aviso de Abertura do Prémio

Save

Save

Save

Save

Save

Save

 

FCT logobrancoFCSH logobrancoTEPSA logobranco
RIBEI logobrancofundacaomillenium logobrancoEDP logobranco