Projecto: Crise, Representação Política e Renovação da Democracia: O caso Português no Contexto do Sul da Europa - CPR&DR

Fonte de Financiamento: FCT - PTDC/IVC-CPO/3098/2014

Instituições Participantes: CIES-IUL/ISCTE-IUL e IPRI-NOVA

Período de realização: 2016-2019

Resumo: O objetivo deste projeto é examinar as modificações que a democracias portuguesa tem vivido desde a emergência da crise económica e financeira de 2008, tanto numa perspetiva longitudinal como comparativa. Em particular, o projeto tem quatro objetivos principais. Em primeiro lugar, descrever como os padrões de representação política têm mudado ao longo do tempo, analisando como as ligações entre os cidadãos e os seus representantes têm evoluído desde a crise de 2008 e a execução das políticas de austeridade que se seguiram, especialmente em Portugal e noutros países do Sul da Europa. Em segundo lugar, analisar os processos de desalinhamento (ou realinhamento) partidário de acordo com várias dimensões, sobretudo na arena eleitoral. Em terceiro lugar, compreender o impacto da crise e das políticas de austeridade sobre o apoio (difuso e específico) dos cidadãos à democracia. Em quarto lugar, escrutinar o papel relativo dos partidos, dos sindicatos e dos movimentos sociais na canalização da participação e do protesto.

Membros da Equipa:

Ana Espírito­ Santo
Ana Belchior
André Freire (Coordenador)
Britta Baumgarten
Carlos Cunha
Cristiano Vezzoni
Eftichia Teperoglou
Elisabetta De Giorgi
Emmanouil Tsatsanis
Enrico Borghetto
Filipa Seiceira
Goffredo Adinolfi
Guya Accornero
Ioannis Andreadis
Irene Cortés
João Cancela
Jorge Almeida
José Dato
Lucia Medina
Mafalda Lobo
Marco Lisi
Maria Antónia Pires de Almeida
Conceição Pequito Teixeira
Maria da Paz Lima
Miguel Jerez Mir
Paolo Segatti
Pedro Silveira
Sérgio Correia
Sofia Silva
Susana Santos
Theodore Chadjipadelis
Tiago Fernandes
Tiago Carvalho
Tiago Tibúrcio
Vera Ramalhete
Yannis Tsirbas

FCT logobrancoFCSH logobrancoTEPSA logobrancoRIBEI logobranco